Blog Heavy duty

27.07.2016

5 dicas para escolher o fixador correto

5 dicas para escolher o fixador correto

Comprar fixadores para sua linha de montagem, operação e manutenção, nem sempre é fácil. O universo da fixação é muito abrangente e possui uma ampla variedade de produtos, para as mais diversas aplicações.

Escolhendo o fixador certo


Comprar fixadores para sua linha de montagem, operação e manutenção, nem sempre é fácil. O universo da fixação é muito abrangente e possui uma ampla variedade de produtos, para as mais diversas aplicações.

Por isso, é preciso analisar onde o fixador será aplicado. Desta forma o leque de possibilidades será reduzido a itens específicos. É claro que muitos elementos podem ser adaptados à situações diferentes. Porém, na maioria das vezes o fixador tem uma função principal.


Após a definição da aplicação, você deve saber informar 5 características específicas para garantir que seu pedido seja atendido corretamente.


1. Modelo


O técnico busca qual tipo de parafuso? Parafuso para madeira? Parafuso máquina? Chipboard? Auto-Atarraxante? Brocante?

Este é o ponto inicial para qualquer compra de fixadores. É preciso identificar o tipo/modelo específico que deseja utilizar.


2. Tipo de Cabeça


Qual é a cabeça deste parafuso? Cabeça panela? Chata? Cabeça sextavada? Flangeada? Cilíndrica?

Qual será a fenda do fixador? Será fenda simples? Fenda Phillips? Fenda Torx? Fenda Combinada?

Este fixador virá com algum outro elemento ou característica diferenciada? Vem com porca? Sem porca? Tem a ponta côncava? Ponta plana?

Informações como essa agilizam em muito o processo de compra.


3. Rosca / Passo


Qual é o tipo de rosca solicitado? Seria polegada? Métrica?

Se for polegada, seria rosca grossa (UNC) ou rosca fina (UNF)? Seria rosca BSW (utilizado apenas para o tamanho de 1/2")
Se for métrica, seria rosca grossa (MA) ou rosca fina (MB)?
Seria passo 1,25?
É bem importante que você se informe a respeito do tipo de rosca do fixador. Cada tipo tem seu número e inclinação padrão de filetes, o que garante melhor rosqueamento e resistência em determinada aplicação.


4. Material


Qual é a composição deste fixador? Seria aço carbono 5.8? Aço carbono 8.8? Seria Grau 2, Grau 5 ou Grau 8? Seria de aço inoxidável?

A composição do material garantirá a resistência do fixador para a devida aplicação. Neste ponto, é necessário o conhecimento técnico de quem irá utilizar. Cada composição possui seu grau específico de resistência contra tensão, peso e outras variáveis físicas.


5. Banho / Acabamento


Qual será o acabamento deste fixador? Será apenas polido? Será zincado branco? Bicromatizado? Galvanizado a fogo?

Esta é outra característica muito importante a especificar. É o tratamento térmico que garantirá a resistência do fixador contra intempéries. Cada banho possui sua resistência específica contra a corrosão, calor e condutividade.


Agilidade livre de riscos

Quando você especifica corretamente o fixador, suas cotações chegam mais rápido, evitando diversos contatos do fornecedor em busca de mais informações, além de minimizar erros em compras, devoluções e atrasos diversos.

 

 

Comentários

Deixe seu comentário

Galeria Fotos